holidays 02

Dicas para viajar com crianças

Tem muita gente que pensa que depois de ter filhos a vida de viajante acabou. Tem gente que diz que só vai ter filhos depois que viajar para tal e tal e tal lugar. Preciso ser sincera que o estilo de viagem depois de ter filhos muda sim, porque temos outras prioridades. Porém, eu sempre fui da opinião que se acostumarmos as crianças ao nosso ritmo, obedecermos às necessidades básicas delas, automaticamente as crianças se adaptam ao nosso mundo.

Assim fizemos com a Beatriz, ela foi se acostumando à nossa vida de arrumar malas, dormir no carrinho, comer o que tem, entrar em lugares barulhentos ou em lugares que exigem silêncio etc. O que vejo hoje é que ela “tomou gosto” pela coisa chamada VIAGEM e fica toda feliz em cada uma que fazemos.

vacations_16

Para tentar ajudar algumas famílias que querem viajar com seus pequenos, reuni cinco dicas infalíveis para o sucesso da viagem:

 

Dica 1: Planeje

Para mim, viajar com crianças é planejamento. Pesquise um lugar interessante, que tenha atrações para adultos e crianças, época do ano para ir, hotéis etc. Quando mais você ler sobre o lugar da viagem, principalmente experiências de outras famílias, mais seguro você vai se sentir. Para ler essas experiências eu indico blogs de viagens em família e grupos do Facebook destinados ao assunto.

 

Dica 2: Escolha o destino que você quer visitar

Muita gente me pergunta qual o melhor destino para viajar com crianças. Vou responder o que eu realmente penso: depende do que você gosta. Escolha um destino que você quer passear e aproveitar e busque atividades para seu filho também. Quando a criança é pequena (ou até bebê), ela vai aproveitar a viagem como um todo, mas não uma coisa ou outra específica. Por exemplo, você gosta de praia? Ok, escolha uma praia que você queira visitar e pronto. Para seu filho, ele vai curtir a praia e as atrações da cidade e não uma praia específica porque é o sonho dele conhecer. Deu para entender meu raciocínio? Não sei se está certo ou errado, mas eu penso assim e vou ajustando meus desejos de viagem com roteiros para crianças e tem dado certo.

holidays 02

Dica 3: Escolha um hotel que você vai se sentir seguro

Hospedagem é sempre uma coisa muito pessoal e depende de cada viajante. Cada família tem suas prioridades e isso deve ser levado em consideração em viagens com crianças porque quanto mais segura a família estiver, melhor será a experiência com os pequenos. Tem família que gosta de ficar em resort, outras gostam de viajar para hotel fazenda, outras ficam em hotéis comuns e ainda em hostels. Eu já fiquei em todas essas hospedagens e ainda tenho o sonho de viajar de motorhome (que vou realizar!) e cada uma delas tem suas vantagens e desvantagens. Eu acredito que tudo depende do estilo de viagem e dos desejos da família. O importante é pesquisar e se sentir seguro e feliz com a viagem, pois isso reflete no comportamento das crianças.

 

Dica 4: Leve as coisas que você vai precisar

Sempre que vou viajar (mesmo antes de ter filhos) eu faço uma lista com os itens que eu preciso levar. Faço isso porque já esqueci coisas importantes que fiquei de colocar na mala depois e não lembrei. Com a lista pronta, é só ir colocando nas malas. Com crianças esse processo de fazer malas complica um pouco no início, mas se você seguir a lista vai facilitar. O importante é você levar o que considera que seja da rotina do seu filho. Verifique o que o hotel disponibiliza porque a maioria deles tem berço para empréstimo no quarto, alguns tem banheira também. Para bebês que utilizam banheira, eu indico comprar uma banheira (ou piscininha mesmo) inflável para levar. Essa piscininha serve para levar para a praia, colocar embaixo do guarda-sol e deixar a criança brincar. Não esqueça de levar os principais brinquedinhos da criança, pois isso traz uma segurança para a mesma.

 

49530-O66OZY

Dica 5: Curta a viagem!

Essa é a dica mais importante para viajar com crianças: curta a viagem! Tudo vai dar certo, pense sempre assim! Viajar com crianças é ter flexibilidade, aceitar não cumprir o roteiro, se sujar no meio da rua, a criança querer ir ao banheiro onde não tem sanitário etc. Já passamos alguns perrengues nas nossas andanças e tenho certeza que vamos passar mais. O que eu sempre penso é: ok, a viagem está ótima, vamos adaptar o que não deu como esperado. E assim, tudo vai se encaixando da melhor maneira possível. Além disso, a criança sente e reage aos nossos comportamentos, então se você estiver nervoso demais, ela estará insegura e reagirá de maneira não adequada também. Fique tranquilo e curta a viagem!

 

Espero que essas dicas ajudem você a programar e viajar mais ainda com as crianças.

Beijos <3

Bárbara

cropped-MAESPECIALISTA-ICON-PNG.png

Siga nossas redes sociais

Facebook – Mãespecialista

Instagram – @maespecialista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *