Lição de casa: o auxílio dos pais no limite certo!

Olá famílias tudo bem? Hoje vamos falar de um assunto que interessa todos nós que temos crianças em idade escolar: lição de casa. Quem ainda não tem filhos nessa idade, aproveita para ler, anotar as dicas das especialistas e se preparar porque é uma fase muito importante que precisamos ajudar nossos filhos a criarem o hábito de estudo e de fazer a lição de casa com responsabilidade.

Para ajudar com dicas de quem lida com esse assunto no dia a dia, convidei duas psicólogas que tem um consultório de atendimento na Zona Norte de São Paulo, e lidam diretamente com problemas que acontecem dentro da escola. Vou deixar as informações do consultório e os contatos delas no final do post, mas já aproveita para seguir o Instagram delas @psicologia na_escola que tem muitas dicas boas!

Vamos lá com dicas e reflexões do tema Lição de Casa, o auxílio dos pais no limite certo.

Fonte: https://fedorovatat.ru/motivuiemo-ditinu/

 

Na correria do dia-a-dia, acompanhar, ajudar ou realizar junto com seu filho a lição de casa é mais uma atribuição dentre tantas que você já tem em sua vida! Muitos pais se perguntam: Por qual motivo a escola manda lição para os alunos fazerem em casa, isso não é responsabilidade somente da escola?

Pesquisas mostram que estudantes que costumam fazer as lições de casa têm melhor desempenho escolar, ou seja, ao fazerem lição de casa, os alunos estão fixando melhor os conteúdos e construindo o conhecimento por si próprio. Com isso, não apenas as notas escolares melhorarão, mas ele aprenderá habilidades muito importantes como independência e responsabilidade. Além disso, fazer lição de casa aumenta a interação do estudante com os pais que passam a se envolverem com o aprendizado da criança. É momento onde você aproveita para conversar a respeito da escola, descobrir o que acontece lá e dessa forma, estar mais presentes na vida de seus filhos.

Mas qual é o limite certo para ajudarmos na lição de casa?

As crianças não criam uma rotina de estudos sozinhas. No comecinho, é importante definir horários e algumas regras que o ajudarão a criar uma prática de estudos. Aos poucos, você vai permitindo que passem a realizar essas atividades sozinhas, desenvolvendo assim, mais segurança e autonomia sobre sua própria vida.

Na teoria ok, mas na prática……

Existem crianças que tem como costume solicitar a ajuda dos pais ao encontrar dificuldade no exercício ou mesmo por preguiça. Outras só querem chamar a atenção. Fique atento se esse comportamento de chamar a atenção é frequente ou ocasional. Se você perceber que a situação está prejudicando demais seu filho, a primeira coisa a fazer é procurar a escola e relatar o problema! E não se esqueça: Quando você proporciona um espaço saudável para a criança tirar suas dúvidas, ela se torna mais segura. A atitude de atenção também valoriza a lição de casa, pois demonstra que os pais se interessam pelo aprendizado.

Outro ponto de atenção é a quantidade. Ajudar na lição de casa não é dar resposta pronta, é apenas apontar caminhos para que a criança descubra soluções próprias. Se você é mãe/pai que adora ver a lição do filho no capricho, é melhor se controlar, O ERRO FAZ PARTE DA APRENDIZAGEM.

Um outro fator importante e positivo é estimular a criança a criar uma rotina de estudos, estipulando horários e um local adequado para ela estudar. O horário varia conforme o ritmo do aluno, alguns preferem e conseguem fazer a lição assim que chegam da escola, outros precisam de um descanso. Não importa o horário, o necessário é criar uma rotina! Existem crianças que “funcionam” melhor no período da manhã, outras mais a noite… Todo esse processo de observação sobre o seu filho, o ajuda em seu autoconhecimento.

 

E quando meu filho nunca precisa de ajuda?

Estudos mostram que um bom desempenho escolar dos filhos está diretamente relacionado à participação dos pais na vida acadêmica dos mesmos. O direcionamento na resolução de um exercício ou aquele tempinho para ouvir seu filho comentando sobre o livro que está lendo, já fazem diferença em seu desempenho como em sua autoestima.

Ainda que a tarefa seja bem fácil e a criança consiga realizá-la sozinha, é importante mostrar a relevância dela com gestos simples, como pedir para olhar o dever pronto ao chegar em casa.

Até aproximadamente 10 anos, monitorar diariamente a execução da lição é importante para que seu filho possa sedimentar uma rotina de estudos

Fonte: Pixabay

NÃO SE ESQUEÇA:

As crianças/adolescentes tem habilidades e interesses diferentes, é prejudicial punir por não fazerem aquilo que está além de suas capacidades;

Evite comentários do tipo “meu filho é preguiçoso, por isso não faz lição de casa”. Investigar as razões que levam o filho a não fazer as lições é mais eficaz;

Ensine as crianças desde pequenas a cumprirem compromissos e acordos, explicando-lhes a importância disto para se viver em sociedade. A escola é o LABORATÓRIO DA VIDA!

Vocês são modelos para seus filhos! Não adianta dizer que estudar é importante se você mesmo não faz! Pense a respeito… estudar, aprender são habilidades que nunca deixaremos de fazer!

O sucesso do seu filho, será o sucesso da sua família! Participar da vida escolar de seu filho é, além de tudo que falamos aqui, encorajá-lo para vencer seus desafios e dificuldades e comemorar suas vitórias!

Para conhecer mais sobre nosso trabalho acesse:

Facebbok:  https://www.facebook.com/educpsicologia/

Instagram: psicologia_na_escola  (Psicologia na Escola)

Blog: Psicologia na Escola

Contatos: Raquel (11) 99456 0395 raquel@psicologianaescola.com.br

Simone (11) 99341 0144   simone@psicologianaescola.com.br

Consultório: Rua Conselheiro Moreira de Barros, 71 – Santana

 

 

 

Obrigada Raquel e Simone pelo post com tantas dicas úteis e orientações importantes para essa fase escolar da vida das crianças.

Se vocês tem dúvidas, dicas, sugestões, deixe na área dos comentários.

Beijos e até a próxima!

 

 

 

Siga nossas redes sociais

Curta nosso Facebook – Mãespecialista

Siga nosso Instagram – @maespecialista

 

5 comentários sobre “Lição de casa: o auxílio dos pais no limite certo!

  1. Gabi Miranda disse:

    Eu sempre sonhei com o momento que viria lição de casa do Ben. Eu adoro ficar ali perto acompanhando ele fazer a lição.. Mas ele não tem foco, começa a fazer lição, dispersa e eu acabo perdendo a paciência. Já o marido tem mais traquejo pra esse momento. Mas eu acho que no nosso caso, precisa mesmo ensinar ao Ben a responsabilidade em cumprir as tarefas. Gostei muito do post.

  2. Fabi Fontainha disse:

    Meu filho ainda não tem lição de casa (tem apenas 4 anos), mas confesso que fico ansiosa sobre como vai ser essa fase. Será que vai ser como não hora de comer ou tomar banho que temos que chamar várias vezes? Espero que não … beijos

  3. Chris Ferreira disse:

    Muito bom o post. Essa é sempre uma dúvida que rola entre os pais. Aqui eu dei o apoio no início, na organização, no acompanhamento. Cada uma demandou esse apoio até uma fase diferente. Cada uma da minhas duas filhas teve o amadurecimento para fazer as atividades sozinhas em uma idade diferente. É sempre bom observar a criança e o quanto ela demanda.
    beijos
    Chris

  4. Claudia disse:

    Oi Barbara
    Muito bom o texto das minhas duas colegas
    Por aqui com minha filha foi bem tranquilo. Com meu filho, já foi bem mais difícil, mas com paciência e limites certos, tudo caminha bem
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *